Twisted Laws of Nature (Book)

De Tibia Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Large Book.gif

Twisted Laws of Nature

Localização: Zarganash
Gênero: Indefinido.
Autor: Desconhecido
Traduzido: Tick.png

Original:

Not by choice but the twisted laws of nature of this plane the unthings slowly became things. Though they manifested in different forms, some rough types were the most common. Probably guided by the nature of that weird place. And there, in the deep below, they became aware of each other. And they looked upon their own kind with the only feeling that they knew. The great hunger. A terrible war of extinction begun beneath the surface of what would become known as the caverns of Zarganash. A fierce war that knew no mercy or remorse. And yet there was no one that could have noticed it. When the war ebbed, most of the large number of entities had dwindled significantly, but the successful competitors had become huge and bloated. The most successful of their kind had taken the shape of what mortals would call worms. They dwelt in the depths of the plane, never travelling too close to the surface, constantly looking for souls whose burden let them sink into the embrace of the depths. This was the way for many aeons. The caverns of Zarganash became a vast plane, filled with all the lost or those in denial. Occasional travelers would pass by and leave their mark, some of the souls that were bound to the plane even retained or regained their consciousness. Most of the latter would pass into the afterlife but others took it upon them to stay. Some of them with good, others with more malignant purposes. Occasionally a mighty necromancer would rip a rift into the realm, in their attempts to enslave the lost souls for their own sinister purposes but for a long time the caverns were quiet and solemn as it was fit for a sub-plane of death. I was one of the souls lost in their own suffering. Once a great scientist, there was so much left to do at the time of my untimely death. Remorse and self-loathing would have torn me apart eventually, a feast for the worms. But I met my master and teacher, or better, he found me. He managed to break the cycles of thoughts that entrapped me and made me aware of my state. Over time he even taught me how to let go and free myself of the burden I thought to carry. He taught me about the caverns of Zarganash, what he and his predecessors had learned and schooled me in the various philosophies he studied under his own mentors. When he finally decided to move on, I stayed to carry on his work and do my best to help others who are lost. Time means little here so I can't tell how long I endured but recently things started to change. Something weakened the barriers between worlds and planes. Our plane fared no better. More and more of the lost souls pour out into the world of mortals. Some of the lost seemingly even stumbled into the afterlife by chance and I dread what fate might await those unprepared or what havoc they might cause at places they were never meant to be. However, bigger threats are arising. Even in our planes the barriers are falling and the hungry worms are on the move, all too eager to devour. That would be alarming enough but things recently got much, much worse.


Tradução:

Não por escolha, mas pelas leis distorcidas da natureza deste plano, as coisas se tornaram lentamente coisas. Embora se manifestassem de formas diferentes, alguns tipos grosseiros eram os mais comuns. Provavelmente guiado pela natureza daquele lugar estranho. E lá, no fundo, eles se deram conta um do outro. E eles olhavam para sua própria espécie com o único sentimento que sabiam. A grande fome. Uma terrível guerra de extinção começou sob a superfície do que seria conhecido como as cavernas de Zarganash. Uma guerra feroz que não tinha piedade ou remorso. E, no entanto, não havia ninguém que pudesse ter notado isso. Quando a guerra começou, a maioria do grande número de entidades diminuiu significativamente, mas os concorrentes bem-sucedidos ficaram enormes e inchados. Os mais bem-sucedidos do gênero haviam assumido a forma que os mortais chamariam de vermes. Eles moravam nas profundezas do plano, nunca viajando muito perto da superfície, procurando constantemente almas cujo fardo as deixava afundar no abraço das profundezas. Este foi o caminho para muitos éons. As cavernas de Zarganash tornaram-se um vasto plano, cheio de todos os perdidos ou em negação. Viajantes ocasionais passavam e deixavam sua marca, algumas das almas que estavam ligadas ao plano mantinham ou recuperavam a consciência. A maioria destes passaria para a vida após a morte, mas outros assumiram a responsabilidade de permanecer. Alguns deles com bons, outros com propósitos mais malignos. Ocasionalmente, um poderoso necromante lançava uma brecha no reino, em suas tentativas de escravizar as almas perdidas para seus próprios propósitos sinistros, mas por um longo tempo as cavernas ficaram quietas e solenes, como era apropriado para um sub-plano de morte. Eu era uma das almas perdidas em seu próprio sofrimento. Antes um grande cientista, havia muito o que fazer no momento da minha morte prematura. Remorso e auto-aversão acabariam me separando, um banquete para os vermes. Mas eu conheci meu mestre e professor, ou melhor, ele me encontrou. Ele conseguiu interromper os ciclos de pensamentos que me prendiam e me conscientizou do meu estado. Com o tempo, ele até me ensinou como me soltar e me libertar do fardo que eu pensava carregar. Ele me ensinou sobre as cavernas de Zarganash, o que ele e seus antecessores haviam aprendido e me ensinou nas várias filosofias que estudou sob seus próprios mentores. Quando ele finalmente decidiu seguir em frente, fiquei para continuar seu trabalho e fazer o meu melhor para ajudar os outros que estão perdidos. O tempo significa pouco aqui, então não sei dizer quanto tempo durou, mas recentemente as coisas começaram a mudar. Algo enfraqueceu as barreiras entre mundos e planos. Nosso plano não se saiu melhor. Mais e mais almas perdidas se derramam no mundo dos mortais. Alguns dos perdidos aparentemente entraram na vida após a morte por acaso e eu temo que destino possa esperar aqueles despreparados ou que estragos eles possam causar em lugares onde nunca deveriam estar. No entanto, ameaças maiores estão surgindo. Mesmo em nossos planos, as barreiras estão caindo e os vermes famintos estão em movimento, ansiosos demais para devorar. Isso seria alarmante o suficiente, mas as coisas recentemente ficaram muito, muito piores.

Retornar para Livros espalhados pelo Tibia.

BibliotecasBibliotecas Bibliotecas
Cidades
Academia de Rookgaard
Bibliotecas de Ab'Dendriel
Bibliotecas de Ankrahmun
Bibliotecas de Carlin
Bibliotecas de Edron
Bibliotecas de Kazordoon
Bibliotecas de Liberty Bay
Bibliotecas de Port Hope
Bibliotecas de Quirefang
Bibliotecas de Thais
 
Diversos
Livros espalhados pelo Tibia
Fora de cidades
Biblioteca de Ashta'daramai
Biblioteca de Beregar
Bibliotecas de Dark Cathedral
Bibliotecas de Demona
Bibliotecas da Desert Dungeon
Biblioteca do Dream Realm
Bibliotecas de Drefia
Biblioteca de Formorgar Mines
Bibliotecas do Green Claw Swamp
Biblioteca do Hellgate
Biblioteca da Isle of the Kings
Biblioteca de Krimhorn
Biblioteca de Mal'ouquah
Bibliotecas de Meriana
Biblioteca de Mintwallin
Biblioteca de Nargor
Biblioteca da Paradox Tower
Biblioteca de Plains of Havoc
Biblioteca de Razzachai